top of page

Construindo conexões relevantes: o networking no mundo moderno dos negócios


Quando se trata de acelerar o sucesso nos negócios e na carreira, o networking é inquestionavelmente uma das ferramentas mais eficazes e importantes, especialmente no nosso mundo hiperconectado e ágil.


Porém muitos profissionais ainda têm dúvidas de como realizar um bom networking; e alguns podem até achar o processo incômodo e difícil, especialmente quando se trata de criar conexões com desconhecidos. Felizmente, existem várias dicas e recomendações práticas que podem ajudar a tornar esse processo mais fácil, leve e eficaz, que pretendo explorar neste artigo.


Como em tantos outros processos no mundo corporativo, é fundamental começar pela definição dos seus objetivos: porque você deseja ou precisa fazer networking, o que você pretende obter, e quais são as metas tangíveis que você gostaria de atingir. Por exemplo, você pode querer se conectar com profissionais de um certo segmento, para vender os seus produtos; ou talvez você precise de conselhos profissionais ou de carreira; ou simplesmente deseja ampliar as suas oportunidades de emprego no futuro. Definir claramente os seus objetivos irá ajudar a desenhar uma "persona", que será o perfil típico do/a profissional com quem você gostaria de se conectar, para posteriormente direcionar melhor as suas ações, formatos e canais de networking.


Neste ponto já compartilho uma primeira dica: não complique essa definição. Resuma o seu objetivo, a meta e a persona em uma frase concisa. Talvez algo do tipo: “eu desejo adicionar 300 conexões relevantes nas redes sociais, entre diretores de RH do sul do Brasil, ampliando em 20% as minhas vendas na região, nos próximos 3 meses”. Seja tangível, simples e breve.


Falando sobre formatos e canais, cabe uma segunda dica: é fundamental balancear o networking online/tecnológico com o humano/presencial. Há uma tendência crescente de trocarmos as relações presenciais pelos contatos e interações online; mas a profundidade (e consequentemente o benefício) nos contatos presenciais é comprovadamente superior. Vale lembrar que o “networking online" é ótimo para dar amplitude e velocidade ao crescimento da sua rede, enquanto o presencial trará maior profundidade, conversão e longevidade às relações. Planeje e mantenha um bom balanço entre esses dois mundos, no seu approach.


Outros dois pontos importantes em um networking de sucesso são a conexão genuína e frequente. Não vale ‘copiar’ o estilo de algum executivo/a de sucesso; isso é facilmente detectado e destrói rapidamente a relação, além de ser exaustivo manter um estilo que não é seu, no médio prazo. E vale lembrar que o networking não se constrói do dia para a noite, é um processo que requer paciência e consistência, por isso planeje ações de networking que você consiga realizar de forma frequente e recorrente.


Agora vamos ao ponto mais ‘temido’ do networking: os nossos medos e barreiras psicológicas, que podem incluir o temor de rejeição, a preocupação em parecer inoportuno ou arrogante, a insegurança sobre como se comunicar adequadamente com pessoas desconhecidas, às vezes mais seniores ou mais influentes, entre várias outras barreiras. Na minha experiência, há algumas dicas e técnicas que podem te ajudar a superar essas barreiras e tornar o processo de networking mais ‘natural’, enriquecedor e até divertido:

  • Caminhe antes de correr: Comece com poucos contatos, entre pessoas mais próximas da sua área e de sua zona de conforto; vá aprimorando seu método próprio de networking. Aos poucos, vá se arriscando mais e escalando o seu processo. E não se cobre em excesso: a construção de um bom network leva um bom tempo.

  • Seja autêntico/a: Seja sincero/a sobre quem você é, o seu estilo, o que você faz e o que você pode oferecer. Isso ajudará a estabelecer relacionamentos mais sólidos e significativos, além de deixar o processo de networking bem mais leve e divertido.

  • Seja confiante: Lembre-se de que todos nós temos algo especial para oferecer, e que outros podem ter muito a ganhar nesse relacionamento. Networking é sobre compartilhamento, e sobre abertura para testar, adaptar e aprender.

  • Prepare-se: Antes de entrar em uma call 121 ou em um evento de networking, é importante analisar quem estará presente, o que eles fazem, quais os seus desafios. Isso te ajudará a levar perguntas e manter conversas mais relevantes e engajadoras.

  • Crie novas conexões através de conhecidos: é mais fácil e eficaz ir ampliando a sua rede através de indicações e pela “abertura de portas” de quem já te conhece.

  • Crie o seu espaço: Além de utilizar os canais, plataformas sociais e grupos de networking existentes, avalie criar um grupo em torno de um tema que você domine, ou desenvolver um blog, um podcast ou um canal de vídeos próprios, assim você poderá garantir melhor a qualidade, frequência e até o tipo de conexões geradas.

  • Pratique: Faça pequenos exercícios para ajudar a melhorar aos poucos as suas habilidades de networking. Por exemplo, tente entrar em pequenos grupos ou conversas com estranhos, em eventos sociais ou de networking. Experimente, arrisque, erre e aprenda. Isso ajudará a melhorar suas habilidades de comunicação e aumentará muito a sua confiança, passo a passo.

Para fechar, vale lembrar sempre que o networking não é apenas sobre receber ajuda, mas também sobre oferecer ajuda. Pergunte às pessoas em sua rede se elas precisam de ajuda com algo e ofereça seu tempo, compartilhe os seus conhecimentos e experiências sempre que possível. Ser um recurso valioso para outras pessoas é uma ótima maneira de construir relacionamentos fortes, genuínos e duradouros.

 

Para ajudar nos seus desafios e acelerar seus resultados, conheça os serviços de mentoria executiva da Felippa Mentoring: clique neste link ou escreva para contato@felippa.com. Será um prazer poder ajudar com as suas oportunidades de negócio e de liderança.




Assine
bottom of page